Moradores do Parque Saraiva reclamam de obras inacabadas

Ruas sem calçamento, buracos e outros problemas afetam a rotina da área, no distrito de Goytacazes

Comunidade
Por Redação
27 de maio de 2019 - 10h22

Ruas cobertas de lama quando chove e de poeira nos dias secos (Reprodução)

Há pelo menos quatro anos, quem mora no bairro Parque Saraiva precisa lidar com uma série de transtornos, causados por obras que não foram concluídas pela Prefeitura de Campos. O problema começou no fim da gestão do governo de Rosinha Garotinho. Na época, o local que fica no distrito de Goytacazes, receberia melhorias de infraestrutura e asfaltamento, mas as obras foram interrompidas por questões orçamentárias. O atual governo ainda não informou quando o projeto será finalizado. Moradores se reuniram para reclamar.

Há 29 anos, a auxiliar enfermagem Ana Lídia Gomes reside no Parque Saraiva. Ela conta que os problemas começaram quando o calçamento de várias ruas foi retirado para ser substituído por asfalto. Sem dinheiro para concluir a obra, a Prefeitura de Campos deixou para trás uma série de prejuízos que afetam diretamente a vida dos moradores do bairro. “Antes, tínhamos ônibus de 15 em 15 minutos. Atualmente, só temos algumas vans que têm muita dificuldade de passar. O tráfego é inviável em diversas ruas”, explica.

As ruas Silvino Canela, Catita, São Gonçalo e Guarani são algumas das mais prejudicadas sem calçamento e sem o asfalto prometido. “Eu vivo na Rua Tupi que ainda tem calçamento. Impedimos que fosse retirado naquela obra iniciada, mas há buracos. Não queremos nada de mais. Apenas que a Prefeitura resolva a nossa situação. Chuva e poeira nos afetam nas ruas, já que não temos mais infraestrutura”, disse. Várias pessoas se encontraram para protestar e divulgar fotos e vídeos pelas mídias sociais. “Protestamos nas ruas e também pela Internet. Queremos ser atendidos pelo governo”, comentaram.

Vídeo realizado por moradores

 

Nota da Prefeitura

A Prefeitura de Campos foi procurada pela reportagem. Em nota, a secretaria de Infraestrutura e Mobilidade Urbana informou que nesta semana encaminhará para o Parque Saraiva as máquinas para a manutenção das ruas. “O Parque Saraiva teve obras iniciadas na gestão passada e abandonadas no final de 2016 em pleno estágio intermediário, com 60% das ruas abertas e sem a construção de canal de drenagem. Quando a atual gestão assumiu, em 2017, encontrou a obra inacabada e uma dívida de R$ 10 milhões referente ao que havia sido feito”, citou.