Coluna do Balbi: Dia das Mães, defensoria na água, orçamento 2020, vacância na Carjopa e mais

Confira os destaques desta semana na coluna do diretor de Jornalismo do Terceira Via, Aloysio Balbi

BLOG
Por Coluna do Balbi
13 de maio de 2019 - 0h01

Dia das Mães

No fim da semana passada houve festa no Centro de Campos para lembrar o Dia das Mães, com a CDL homenageando mulheres mães, inclusive esposas de lojistas. Aconteceu no Calçadão ao som da Oficina de Música do 8º BPM. Foram homenageadas as Mães Lojistas Fabiana Almeida e Angela Maria Paes. A Oficina de Música é um trabalho social do 8º BPM com crianças e jovens de áreas de risco e tem apoio dos empresários.

Defensoria na água

A Defensoria Pública do Estado do Rio de Janeiro decidiu entrar firme nesta questão da tarifa de Águas do Paraíba. O defensor público Thiago Abud está trabalhando nisso, mas em um primeiro momento é apenas uma ação de análise de documentos que permitem a concessionária a cobrar as taxas atuais tão salgadas quanto a água do mar. O levantamento estaria apenas no começo.

Hub de gás

Conforme essa coluna adiantou na semana passada o Estado do Rio de Janeiro, que tenta se recuperar da recessão e da crise fiscal, tem previsão de receber R$ 162,3 bilhões em investimentos. A previsão vem de um estudo da Firjan, mostrando que 82% do potencial virão do setor de petróleo e gás natural. Segundo o presidente da Firjan regional, Fernando Aguiar, 10% destes investimentos serão feitos em Campos. O hub de gás do Porto do Açu, no Norte Fluminense, por exemplo, já é para 2021.

Operação cultura

A 61ª fase da Lava Jato recebeu o nome de “Disfarces de Mamom”, nome que faz referência a uma passagem bíblica no Evangelho de Mateus: “Ninguém pode servir a dois senhores; porque ou há de odiar um e amar o outro, ou se dedicará a um e desprezará o outro. Não podeis servir a Deus e a Mamom”. São extremamente criativos os nomes dados às Operações da Polícia Federal, mostrando que nome de operação também é cultura e criatividade.

Pitaya em Atafona

A primeira grande plantação de pitaya – a fruta da hora como se diz na gíria – na região está em um sítio no bairro do Jacuí, na praia de Atafona. Originária do México, a pitaya parece ter desembarcado de vez no Brasil. É, na verdade, uma febre. Existem duas versões do fruto: o de casca rosa com polpa avermelhada e o de casca rosa com a polpa branca. O tipo que está sendo plantado em Atafona é o de casca rosa, que é o mais raro.

Acordo selado

Está celebrado e sacramentado o acordo político feito entre o prefeito Rafael Diniz com o deputado estadual João Peixoto. Não se trata de uma inconfidência, pois o acordo é claro. João Peixoto vai ter espaço no governo e estaria de olho na Agricultura. No mais, paramos por aqui, porque ainda não está nada resolvido. Até provar o contrário, Nildo Cardoso continua firme e forte no cargo.

Perigo

Os aplicativos para transporte de passageiros sempre se vangloriaram por oferecer uma grande proteção ao usuário por meio de um cadastro rigoroso para ingresso do motorista nas plataformas. Isso caiu por terra, na semana passada, quando um motorista foi preso em flagrante por roubo e porte ilegal de arma, no Parque Leopoldina. Embora não estivesse mais cadastrado no aplicativo Uber, a polícia confirmou que ele tinha antecedentes criminais por roubo, furto e violência doméstica (Lei Maria da Penha) e mesmo assim conseguiu fazer o cadastro. Onde está a segurança ao consumidor?

Feijoada das Pretas

As mulheres negras do Instituto de Desenvolvimento Afro do Norte e Noroeste (Idannf) estão promovendo a 1ª Feijoada das Pretas. A grande festa acontece a partir das 11h do dia 25 de maio. A feijoada será servida a partir das 15, no Tênis Clube de Campos. Nove artistas locais vão se apresentar no evento, além da bateria da Escola de Samba União da Esperança. Elas merecem!!

Orçamento 2020

A Câmara Municipal de Campos já marcou a data para a 1ª audiência pública para discutir o orçamento municipal já de 2020, próximo ano eleitoral. Será às 10h do dia 23 de maio, no plenário da casa de leis. Além dos vereadores, membros do Ministério Público em Campos serão convidados e toda população poderá participar da discussão e apresentar propostas orçamentárias para 2010, basta se inscrever. Mas tem que correr porque o prazo termina no dia 21 de maio.

Vacância na Carjopa

Luis Carlos Chicre que assumiu uma função no governo municipal, por força do estatuto, teve que abdicar da presidência da Carjopa. Por esse mesmo estatuto, quem assume é o secretário Jackson Jamil Mussa. Em tese, o ex-presidente João Waked, poderia assumir a função, mas declinou, alegando motivos pessoais. Não se sabe se Jackson vai encarar essa ou convocará nova eleição para a simpática entidade.