Filosofia para crianças em questão

Verusca Reis lança seu primeiro livro infantil onde mistura em texto literário duas de suas paixões: gatos e filósofos

Cultura
Por Ocinei Trindade
18 de abril de 2019 - 18h06

Escritora Verusca Reis se aventura em livro infantil filosófico (Foto; Silvana Rust)

Ser “amigo da sabedoria” é algo que se ensina ou que se aprende desde muito cedo. Ao menos deveria.  O significado prático da palavra “filosofia” é indispensável em qualquer época histórica. Já transformar o exercício do pensamento em literatura desafia todos os escritores, como a doutora em Filosofia Verusca Reis, autora de “Bacon: Um Gato Filósofo e o Sentido da Vida” (Editora Autografia), livro infantil que acabou de ser publicado. Além de entreter e divertir, a obra propõe estimular crianças a pensarem de modo lúdico e com linguagem simples.

Verusca Reis nasceu em Itaquí, Rio Grande do Sul. Mudou-se para o Rio de Janeiro para estudar Ciências Sociais e Filosofia na UFRJ e UERJ. Depois de publicar textos acadêmicos e um livro de poesia chamado “Vento”, decidiu unir duas paixões, gatos e filosofia, em uma obra dedicada às crianças. Além de escritora, Verusca dedica a maior parte do tempo nos cursos de graduação e pós-graduação na Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro, em Campos dos Goytacazes, onde leciona Filosofia e Teoria do Conhecimento. O primeiro livro infantil inaugura uma série que ela pretende dar sequência, abordando diferentes filósofos.

O gato chamado Bacon é o protagonista da obra literária de Verusca Reis. O nome é explicitamente uma homenagem ao filósofo empirista Francis Bacon (1561-1626). “Sempre interessei pela área de filosofia para crianças. Considero oportuno trabalhar temas instigantes com o universo infantil. Batizei meu gato como Bacon que nasceu na época do meu Mestrado em Filosofia, quando lia muito os autores empiristas.  Bacon foi um gato extremamente amoroso e companheiro e este livro é dedicado a ele”, conta.

De acordo com a autora, o livro possui temática existencialista, embora não cite diretamente os autores desta corrente, pois trata do gatinho Bacon pensando o sentido da sua existência. “Ele realiza a tarefa do filósofo que é a de se espantar, no sentido de admirar e questionar as coisas mais simples até as mais complexas da existência. Eu trabalho a tarefa complexa de pensar na transcendência. Acho que o grande momento do livro é a passagem que Bacon faz ao pensar nas atividades cotidianas de sua vida de gato; a ideia de que um dia ele não vai mais existir; como será o “céu dos gatinhos”. Para isto utilizo o filósofo Platão, que, cuja noção de transcendência está presente em muitas religiões”, explica Verusca Reis.

Apesar de livro “Bacon: Um Gato Filósofo e o Sentido da Vida” ser destinado ao público infantil, a autora acredita na oportunidade de as crianças levarem um pouco da filosofia para seus pais e o público adulto em geral, nem sempre acostumado com autores filósofos. Verusca costuma ver semelhanças entre as crianças e os filósofos de todos os tempos. “Ambos são altamente questionadores e procuram respostas para suas perguntas. Muitas vezes, os adultos consideram até um exagero e não incentivam este lado da criança, que pode levar, no futuro, a elaboração de um pensamento crítico e abstrato. Muitos acabam sendo tolhidos pelos adultos ou até pela escola. Onde já se viu? Perguntar de mais dá trabalho! Neste sentido, as crianças podem ajudar os adultos a resgatarem este lado questionador”, defende.

Por ser professora e escritora sobre filosofia, Verusca Reis é uma forte defensora da disciplina na escola e na universidade em todas as fases do ensino. Ela critica o movimento iniciado nos últimos governos de retirar as matérias filosofia e sociologia obrigatoriamente das grades curriculares. “Considero a iniciativa uma catástrofe. Após a abertura democrática houve uma luta muito grande para a inserção destas disciplinas no currículo. Elas ajudam os estudantes a pensarem a sociedade onde vivem, bem como a terem seu próprio senso crítico. Por isto, cada vez mais, se faz necessário que a filosofia chegue às crianças e aos jovens, de maneira extracurricular”, comenta.

A publicação de um livro requer esforço e dedicação antes, durante e após a edição da obra. Nestes dias, Verusca Reis dedica-se à divulgação de “Bacon: Um Gato Filósofo e o Sentido da Vida”, lançado oficialmente no dia 13 de abril, em Campos. “Pretendo levar o livro ao conhecimento dos leitores de todos os lugares possíveis. A internet também ajuda a propagá-lo em versões impressa e digital. Meu objetivo é inaugurar uma série de livros infantis com temática filosófica. Acho que crianças de todas as idades vão se identificar e afeiçoar a esse gato e ao delicioso exercício do pensamento”, conclui

 

ResponderEncaminhar