Equipe do Paraesporte faz bonito na Marquês de Sapucaí no Desfile das Campeãs

Atleta campista Maria Clara Oliveira Gomes, 8 anos, foi convidada para ser destaque no Carnaval de 2020

Esporte
Por ASCOM
10 de março de 2019 - 15h50

(Foto: Divulgação/SupCom Campos)

Alegria e superação resumem a participação de um grupo e 30 atletas e 10 acompanhantes do Projeto Paraesporte, da Fundação Municipal de Esporte de Campos, que participou neste último sábado (9) junto com a Escola Embaixadores da Alegria, da abertura do desfile das Escolas Campeãs do Carnaval 2019 do Rio de Janeiro. O público aplaudiu de pé a entrada dos quase 1.500 foliões que mostraram que a inclusão é possível, desde que seja dada uma oportunidade. O diretor da Escola Caio Leitão e o diretor e idealizador da Escola, Paul Daves, estavam presentes e aproveitaram o momento para fazer fotos com os atletas campistas. O desfile também contou com o presença do primeiro judoca com Síndrome de Down, Breno Viola.

A professora Manu Coboski destacou a alegria do grupo campista de estar presente pelo segundo ano consecutivo. “Nossos alunos do Paraesporte vivenciaram mais um ano essa experiência maravilhosa. Tivemos alunos que pela primeira vez viajaram sozinhos com nossa equipe e a experiência de desfilar no sambódromo, é verdadeiramente apaixonante e inexplicável ver o rosto de felicidade dos nossos alunos. O público aplaudiu de pé a passagem da Escola Embaixadores da Alegria, que há 12 anos vem promovendo a integração e superação. Nosso aluno Rafael Penafiel chorou e ajoelhou agradecendo a oportunidade de estar na Sapucaí” destacou Manu.

“Foi meu primeiro ano e senti uma imensa alegria em poder participar desse momento tão especial que foi desfilar pela Escola Embaixadores da Alegria e de ver e sentir de perto essa linda inclusão social. É emocionante ver a alegria dessas pessoas e da minha filha Maria Clara Oliveira Gomes, 8 anos, que faz parte do Projeto Paraesporte há quase 2 anos e que vem tendo sua vida transformada positivamente. A experiência foi tão positiva que a Maria Clara foi convidada para ser destaque em 2020 e lá estaremos com muita alegria”, explicou a mãe Camila de Oliveira

Escola Embaixadores da Alegria — É uma organização social que reúne o sonho da Avenida com a realidade destes sambistas especiais, visando quebrar todas as barreiras de acessibilidade e preconceitos de quem ainda os vê como incapacitados. A Embaixadores da Alegria utiliza a arte e a cultura do carnaval como instrumento de inclusão social e emocional. É preciso dar às pessoas com deficiência mecanismos para que elas mesmas possam expressar seus direitos e suas capacidades.

Fonte: SupCom Campos