Mangueira leva o título de campeã do Carnaval do Rio

Com homenagem aos heróis esquecidos do Brasil, escola leva seu 20º campeonato

Estado do RJ
Por Redação
6 de março de 2019 - 18h22

(Foto: Reprodução)

Com uma aula de História que não está nos livros didáticos, a Estação Primeira de Mangueira levou o título de campeã do Carnaval do Rio, nesta quarta-feira (6). A escola de samba desfilou na última segunda-feira (4) com o enredo “História pra ninar gente grande”, do carnavalesco Leandro Vieira, que contava a história de heróis esquecidos e desconstruía figuras históricas como a Princesa Isabel, Dom Pedro I e Pedro Álvares Cabral. Este foi o 20º título da verde e rosa.

Da história recente, além de Jamelão, estão a cantora e compositora mangueirense Leci Brandão, e a vereadora Marielle Franco, assassinada em 14 de março de 2018, ao lado do motorista Anderson Pedro Gomes. A viúva da vereadora, Mônica Benício, participou do desfile. Para desenvolver o enredo, a Mangueira contou com 3.500 componentes divididos em 24 alas e cinco alegorias.

As seis primeiras colocadas desfilam novamente no próximo sábado (9).

As escolas foram avaliadas quanto a bateria, samba-enredo, harmonia, evolução, enredo, mestre-sala e porta-bandeira, alegorias e adereços, fantasias e comissão de frente. A Mangueira obteve a pontuação máxima em todos os quesitos.

Imperatriz Leopoldinense e Império Serrano foram rebaixadas. Já a Estácio de Sá levou o título da Série A do carnaval do Rio de Janeiro e em 2020 volta a desfilar no Grupo Especial.

Confira a colocação das escolas do Grupo Especial do Carnaval do Rio:

1º – Mangueira

2º – Viradouro

3º – Vala Isabel

4º – Portela

5º – Salgueiro

6º – Mocidade

7º – Unidos da Tijuca

8º – Paraíso do Tuiti

9º- Grande Rio

10º – União da Ilha

11º – Beija-Flor

12º- São Clemente

13º – Imperatiz

14º – Império Serrano

 

Mais informações em instantes.