Arrombamentos e furtos na área central de Campos assustam moradores

Bandidos levaram mais de R$ 100 mil de objetos da casa de dois idosos no último fim de semana

Campos
Por Redação
9 de fevereiro de 2019 - 13h14

Imagem mostra um dos quartos da casa após arrombamento dos assaltantes (Foto: Arquivo Pessoal)

Bandidos serraram grade da casa (Foto: Arquivo Pessoal)

Os casos recentes de furtos e arrombamentos em algumas casas e estabelecimentos de Campos têm assustado muitos moradores, principalmente na área central da cidade. Em janeiro, a Ong Orquestrando a Vida foi invadida duas vezes e teve uma série de instrumentos furtados. No último domingo (3) a casa de dois idosos foi arrombada na mesma região das proximidades do colégio Liceu de Humanidades de Campos (LHC) e a estimativa é de um prejuízo de mais de R$ 100 mil em objetos levados.

O assalto na casa, que fica na Rua Gil de Góis, foi por volta as 6h20 da manhã de domingo. No local moram um casal de idosos que, por sorte, não estavam na casa na hora da ação dos bandidos. Os assaltantes chegaram em um carro verde, arrombaram o portão, serraram a grade da residência e reviraram todos os cômodos do imóvel. Entre os objetos furtados, roupas, televisores, jóias e outros pertences.

“Reviraram a casa toda e levaram muitas coisas. Não tinha dinheiro, mas o prejuízo em objetos foi grande e foram objetos de muito valor sentimental pra minha mãe. Esperamos que pelo menos alguns dos objetos sejam encontrados. Ali é um bairro com muitos moradores idosos e esses casos estão se tornando freqüentes. A casa tem grade e arame no muro, mas mesmo assim eles entraram”, explicou o filho do casal de idosos, que preferiu não se identificar.

Ainda segundo ele, ao chegar à casa e ver os objetos revirados, a idosa passou mal e precisou de atendimento médico. “Minha mãe ficou internada, eles ficaram muito mal e com medo de voltar pra casa. E minha mãe tem chorado muito”, lamentou.

Segundo o delegado Bruno Cleuder, da Delegacia do Centro, os casos em que as vítimas fazem a ocorrência são investigados. “As investigações são de acordo com os casos registrados. Não há uma genérica”, afirmou o delegado.

A reportagem tentou contato com o comando do 8º Batalhão de Polícia Militar (BPM) de Campos para saber sobre o policiamento na região, mas até o fechamento desta reportagem não obteve respostas

Carro usado na ação foi flagrado por câmeras de segurança (Foto: Arquivo Pessoal)