Polícia Rodoviária Estadual vai ganhar novos postos

As cidades de Miracema e São João da Barra contarão com sedes de patrulhamento

Estado do RJ
Por Redação
8 de fevereiro de 2019 - 17h52

Posto do BPRV, na Rodovia Campos-Farol (Foto Arquivo: Silvana Rust)

A 4ª Companhia Avançada de Policiamento Rodoviário do Batalhão de Polícia Rodoviária atua em 20 municípios do Norte e Noroeste do Estado do Rio de Janeiro. A malha rodoviária é de aproximadamente 2.100 km, dividida em 35 Rodovias Estaduais. Um relatório com atividades e ações desenvolvidas pela PR foi divulgado nesta sexta-feira. Trata-se de um resultado obtido nas últimas três semanas. O major Daniel Frederico divulgou que dois novos postos deverão ser inaugurados em breve nas cidades de Miracema e São João da Barra.

“Para otimizar a missão constitucional que nos foi conferida, serão inaugurados mais dois postos para melhor atender a população, e redefinir a circunscrição dos postos já existentes. O Posto 26, no município de Miracema, e o Posto 27, no município de São João da Barra que serão colocados em operação em breve”, informou o major da 4ª Companhia do BPR.

A gestão atual da 4ª Companhia completou três semanas. Neste período, houve prisões de 23 suspeitos; apreensões de três armas de fogo; 11 apreensões de substâncias entorpecentes; além inúmeras ocorrências envolvendo crimes contra a ordem tributária, contra o consumidor e o código florestal.

Atualmente, há quatro Postos de Patrulhamento Rodoviário (PPRv): o Posto 12, situado em Campos dos Goytacazes,  que cobre 850 quilômetros de rodovias, destacando principalmente a RJ-216 e a RJ-158; o Posto 13, em  Itaocara com 400 quilômetros de malha viária, cujas principais são as RJ-186 e RJ-116; o Posto 15, no município de São Francisco de Itabapoana, com 270 quilômetros de área de atuação, principalmente nas RJ-224 e a RJ- 196; e, o Posto 18, em Itaperuna, que exerce o patrulhamento em 380 quilômetros de percurso, sobretudo nas RJ-186 e RJ-230.

“Permanecemos à disposição para em mútua cooperação e parceria, prestamos um serviço de excelência aos nossos munícipes e a todos os cidadãos fluminenses, além da população flutuante que trafega em nossa região com destinos a outros Estados”, concluiu Daniel Frederico.