Entre melodias e vozes

Patrimônio municipal, há três décadas o Centro Cultura Musical de Campos investe em arte e educação

Cultura
Por Ocinei Trindade
4 de fevereiro de 2019 - 17h43

Desde cedo, crianças se dedicam ao canto e às artes no Centro Cultura Musical (Fotos: Reprodução)

O interesse pela música popular ou erudita em Campos se firmou nas últimas três décadas graças ao desempenho do Centro Cultura Musical de Campos. Desde 1991, mais de 15 mil pessoas já passaram pela instituição criada pelo maestro Jony William Villela Vianna e pela educadora Marta Vieira. Muitas se profissionalizaram e atuam em diversas regiões do Brasil e no exterior. A difusão da música, a prática da arte e a educação musical no CCMC são reconhecidas nacional e internacionalmente, inclusive pela Unesco, pois foi a primeira cidade brasileira a adotar o método do “El Sistema” venezuelano, atualmente a cargo da “Orquestrando a Vida”. A partir de fevereiro, mais de 32 modalidades de cursos estarão disponibilizadas, entre as quais, a musicalização infantil e as aulas de canto.

A musicoterapeuta Sarah Costa Pereira é responsável por coordenar as aulas de canto e de musicalização infantil ministradas por 11 professores. Formada pelo método “Dalcroze” em Nova York, e em música e flauta transversa pelo Conservatório Brasileiro, ela desenvolve metodologias brasileiras e internacionais. “O aluno, que pode começar nos primeiros meses de vida, é levado a explorar o universo dos sons através de jogos, canto, brincadeiras, movimentos e várias outras formas de se expressar, para que ele encontre o instrumento ou prática com que mais se identifique”, explica.

De acordo com Sarah, os avanços são significativos e vão bem além das habilidades musicais. “O olhar atento da equipe envolvida para localizar bloqueios e fazer os estímulos corretos refletem positivamente em áreas como concentração, coordenação motora, percepção sensorial e rítmica,raciocínio lógico e socialização”, afirma.

A voz de Campos

Laurah Pessanha é destaque no The Voice Kids 2019

O interesse pelo canto tem levado muitas pessoas a procurarem por ajuda profissional no Centro Cultura Musical de Campos. Algumas vozes têm se destacado nacionalmente em programas de televisão, como o atual The Voice Kids, da TV Globo. A diretora do CCMC, Marta Vieira, admite o número de aceitação de selecionados no programa que passaram pela escola. “Há muitas crianças selecionadas para entrevistas e audições. Em todas as edições, temos uma média de 3 a 5 alunos selecionados. Hoje, temos a Laurah Pessanha brilhando na Globo. Ela foi preparada pelo professor Raphael Rolemberg, desde as primeiras etapas do programa. A experiência é muito divertida e consagra o trabalho realizado em sala de aula por nossos professores. Acredito que já somos uma escola The Voice”, vibra.

Para Marta Vieira, todos os programas musicais da TV são muito importantes, pois estimulam crianças e adultos a se aventurem pelo universo musical, não só pelo viés do “superstar”, mas pelos benefícios e importância da formação musical para todas as pessoas. “O The Voice, em especial, estimula nas crianças este despertar para a música e o palco, coisas que o Centro Cultura Musical leva muito a serio dentro do calendário anual com atividades que visam preparar o aluno de forma completa, com projetos como Hora Cultural, que são apresentações quinzenais de alunos, que visam o desenvolvimento musical alinhado a performance em palco”, diz.

A musicalização infantil oferece ótimos resultados em cognição

As aulas de canto funcionam como parte do desenvolvimento musical. Desde as primeiras etapas das aulas de música, com as oficinas de bebês, o canto é o instrumento norteador das atividades, então, desde pequenos, os alunos são incentivados a cantar. “Essas aulas exclusivas de canto são a partir dos 6 anos no Kids Vip. São aulas individuais, dupla ou trio, com duração de 60 minutos por semana. Nesta idade, os alunos também podem escolher outros instrumentos ofertados pela escola como: piano, teclado, guitarra, violão, bateria, cavaquinho, viola, violino, flauta doce, entre outros”, orienta Marta.

As aulas de música podem ser iniciadas aos seis meses pela Oficina de Música para bebês. Esta modalidade promove estímulos cognitivos, fortalece os laços de sociabilidade, afetivos, físicos e coordenação motora, além de auxiliar no desenvolvimento da fala, expressão e desinibição. Nenhum curso oferecido pelo Centro Cultura Musical possui pré-requisito para entrada do aluno, pois a escola acredita que a educação musical deve ser ofertada a todos, sem distinção alguma.

Cursos e benefícios

O curso de teclado é um dos vários oferecidos pela escola

Cada curso tem duração variada, de acordo com o desenvolvimento de cada aluno. Existe um programa de desenvolvimento pedagógico e musical para crianças e adultos que dura em média três anos. O aluno quando apresenta desejo de desenvolver uma carreira profissional, a escola também busca auxiliá-lo. “Existem diversas pesquisas de universidades internacionais acerca da importância do ensino de música para todas as idades, no desenvolvimento diferenciado do cérebro, com maior atividades em diversos aspectos; na liberação de dopamina, substancia do bem estar, tornando as pessoas mais felizes; na diminuição do estresse diário; melhor memorização, desenvolvimento da fala, principalmente para as crianças; interação; auto estima; expressão corporal; coordenação motora; criatividade; foco, contato com outras culturas e como fator imprescindível o desenvolvimento musical. Aprender a cantar ou tocar um instrumento”, destaca a musicoterapeuta Sarah Costa.

 

CCMC Kids – cursos de musicalização infantil 

Oficina de música para bebês (6 meses a 2 anos | 10 alunos por turma | 1aula/45 min. por semana. Ambiente acolhedor, laços afetivossão reforçados, pais e filhos.

Musicalização Nível I (2 e 3 anos | 10 alunos por turma |2 aulas/45 min. por semana. Estímulo à curiosidade, à fala,ao desenvolvimentoda consciência do “eu”aprendem uns com os outros.

Musicalização Nível II (4 a 6 anos | 10 alunos por turma |2 aulas/60 min. por semana. Pular, correr, subir, experimentar, esperarsua vez, dividir, conversar, se agrupar são potencializadas acapacidade motora, a socializaçãoe a imaginação.

Prática Musical Infantil– PMI (6 a 8 anos | 6 alunos por turma |2 aulas/60 min. por semana. Autoconfiança, disciplina e criatividade são trabalhados e muito beneficiados no processo de aprendizageminstrumental na infância. Os resultados são imediatos e seguem progredindo ao longo dos anos.1ª aula da semana: instrumentos – Violino, Violão, Piano,teclado ou Bateria e 2ª aula da semana: aula de Linguagem Musical e Flauta Doce.

 

 Matrículas

As matrículas estão abertas, além de vagas para aulas experimentais, gratuitas.  Mais informações pelos telefones: (22) 2723-3816 e (22) 997205451. O Centro Cultura Musical de Campos fica na Av. Alberto Torres, 223, Centro. Horários de segunda a sexta, das 8h às 21h; e aos sábados, das 9h às 12h.