Moradores do Imbé reclamam de fechamento de escola

De acordo com a Secretaria de Educação de Campos, os alunos da Escola Santa Rita serão transferidos para outra unidade

Educação
Por Redação
21 de janeiro de 2019 - 17h29

A Escola Santa Rita funcionou por mais de 40 anos (Fotos:Reprodução)

As aulas previstas para o início de fevereiro em Campos contarão com uma escola a menos no calendário de 2019. Na localidade de Cachoeiras do Mocotó, no Imbé, região serrana do município, a Escola Santa Rita foi fechada. Um dos motivos, segundo a Prefeitura, seria o número pequeno de alunos que serão transferidos para outra unidade escolar da região. Alguns moradores se queixaram do fechamento da instituição que funcionou por mais de 40 anos. A reclamação repercutiu em algumas redes sociais e gerou protestos.

A localidade de Cachoeiras do Mocotó é uma das vias de acesso ao Parque Estadual do Desengano, em Campos dos Goytacazes. Alguns moradores se reuniram para discutir a decisão tomada pela Prefeitura de fechar a única escola local. Para o jornalista Martinho Santafé, que tem casa no Imbé, o espaço também poderia ser um centro de referência para educação ambiental. Em sua página no Facebook, ele e outros moradores disseram temer que as instalações sejam abandonadas e virem ruínas, como a ponte de madeira localizada ao lado da escola. “Trata-se de um crime contra o ambiente, a sociedade organizada, a educação e o futuro de uma região estratégica para o município”, comentou.

Para outras pessoas que frequentam ou moram no Imbé, o fechamento da escola causou surpresa.  “Não se pode pensar em fechar. Tem que abrir escolas”, disse Moadyr Victorino. Opinião parecida foi postada pela internauta Izabel Monteiro. “Fechar escola? Como? Temos mais é que abrir escolas para educar nossas crianças e jovens. Um absurdo”, disse. A dona de casa Cleidiane Gomes também se queixou do fim das atividades da Escola Santa Rita.

“Isso e um absurdo. Eu moro aqui e tenho uma filha que estuda nessa escola. Agora, ela vai ter que sair daqui para estudar em outra escola. A Santa Rita tem mais de 40 anos. Estou indignada. Pensamos em procurar o Ministério Público atrás dos nossos direitos”, comentou. 

 

 

Posição da Prefeitura

Em nota, o governo municipal informou que os oito alunos da Escola Santa Rita, localizada na região do Imbé, serão transferidos para a Escola Municipal Salvador Benzi, na mesma região. A transferência foi necessária em virtude do número reduzido de alunos na unidade e da existência de outra escola na mesma região.

Representantes da Smece se reuniram com os pais de alunos para informar a mudança, e que também vai disponibilizar transporte para as crianças. Segundo a nota, durante a reunião, os pais concordaram com a transferência. O antigo prédio da escola, futuramente, fará parte do projeto de turismo desenvolvido na região do Imbé, que vai fomentar o turismo da região, rica em belezas naturais, fomentando a economia local, segundo informação da diretoria de Turismo de Campos. 

Pontes

Sobre as pontes do Imbé, a Secretaria de Infraestrutura e Mobilidade Urbana informou que já fez um levantamento de todas as necessidades da região, e que fez algumas intervenções em estruturas de madeira. Em relação às estradas, o governo afirma que vem realizando  ações desde o ano passado, tendo recuperado cerca de 150 quilômetros até o momento, incluindo estradas da região.