Operação Surubim apreende 15 redes de pesca no Rio Paraíba

A pesca está proibida devido à piracema – período de reprodução dos peixes de água doce

Campos
Por ASCOM
10 de dezembro de 2018 - 10h58

(Foto: Divulgação)

O Grupamento Ambiental (GAM), da Guarda Civil Municipal, realizou na manhã desta segunda-feira (10) a Operação Surubim. A ação começou às 5h30 e terminou às 9h com a apreensão de 15 redes. A pesca está proibida na região devido à Piracema — período de reprodução dos peixes de água doce.

Os agentes percorrem o Rio da estação de Furnas, no Fundão, até o Areal no bairro Matadouro. Além do GAM, participaram da operação: Defesa Civil Municipal, Superintendência de Pesca e Aquicultura, e contou com o apoio do Corpo de Bombeiros que cedeu a embarcação.

De acordo com o GAM, o nome da operação é uma alusão ao peixe nativo da região que está em extinção.

Piracema – É o período de reprodução dos peixes. Durante esse período, eles se deslocam até as nascentes dos rios ou até regiões rasas dos mesmos com ervas, para desovar. Para garantir o sucesso da reprodução das espécies, a proibição de pesca ocorre de outubro até fevereiro de 2019, conforme portaria do Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis). Somente é autorizado pesca com anzol para consumo próprio.

Fonte: SupCom Campos