Conheça-te a ti mesmo

A difícil busca da verdade interior

Geral
Por Luiz Fernando Sardinha
8 de março de 2017 - 15h30
(Foto: panoramio.com)

(Foto: panoramio.com)

A difícil busca da verdade interior. Atualmente, estamos distantes dessa perspectiva socrática do cuidado de si. A ciência moderna está preocupada com a produção e acumulação de conhecimentos. Mas quando nos perguntamos: para quê acumulamos e produzimos conhecimento? A resposta é simplesmente: para aumentar infinitamente nosso conhecimento. Entramos, assim, numa corrida sem fim, em que nunca nos questionamos se isso realmente está trazendo os benefícios prometidos.

Claro que a tecnologia traz inegáveis benefícios, mas não parece que as pessoas, atualmente, estejam mais felizes. Pode-se alegar, no entanto, que não é papel do conhecimento e da ciência promover a felicidade humana – e que, talvez, conhecimento e ciência tenham a única função de contribuir para a concentração de poder e dinheiro nas mãos de alguns uns poucos. Sócrates, porém, via a busca da verdade como um caminho de ascese, pois, quando cuidamos de nós mesmos, modificamos nossa relação com os outros e com o mundo.

Mergulhados em preocupações com a aparência e o consumo, pensamos estar cuidando de nós mesmos, quando na verdade estamos nos perdendo em meio às coisas. É preciso conhecer a si mesmo para não perder-se. Claro que  você não vai encontrar toda verdade em si mesmo, mas, pelo menos, a única verdade capaz de salvá-lo.

Josué Cândido da Silva, Especial para a Página 3 Pedagogia & Comunicação é professor de filosofia da Universidade Estadual de Santa Cruz, em Ilhéus (BA). Josué usa a célebre frase de Sócrates para nos alertar da difícil tarefa de descobrirmos a nossa verdade, É importante adquirirmos conhecimento? Sim, quanto a isso não há questionamento, questiona-se é o que faremos com esse produto depois que o adquirimos ??

O conhecimento só terá valor se o utilizarmos para nos conhecermos primeiramente e a partir daí adquirir a  possibilidade de melhorar as nossas relações com nossos semelhantes e com o meio do qual fazemos parte. E é por isso que muitas vezes deparamos com pessoas que tiveram acesso e oportunidade e até adquiriram grande quantidade de conhecimento e de bens materiais, mas por não conseguirem conhecer a sua própria verdade , essas pessoas passarão pela vida sem viver.

O nosso poetinha Vinicius de Morais, que até no nome foi plural, cantou e nos encantou com o
seguinte verso : ” QUEM JÁ PASSOU POR ESSA VIDA E NÃO VIVEU, PODE SABER MAIS.
SABE MENOS DO QUE EU ! ”

Permita-se : chorar, sorrir, cair, levantar, sonhar, acordar, errar, acertar, ter certeza, se
enganar.

Isso é vida!

Se você se privar, ou se esconder não estará deixando de sofrer
ESTARÁ DEIXANDO DE VIVER!!