Destaques na economia, negócios, comportamento e política

O jornalista Aloysio Balbi comenta alguns fatos marcantes esta semana

Blog dos Jornalistas
Por Coluna do Balbi
18 de novembro de 2018 - 0h01

Ele é João Fernandes de Souza que com 102 anos foi homenageado com a Medalha Tiradentes – através do Dr. Julianelli – pelos seus feitos na nossa cidade. Um deles a fundação da Escola Agrícola. Para a alegria da família de João Fernandes – casado com Maria da Penha Fernandes – que está agora com 97 anos. A filha Ana Regina Fernandes é um orgulho só do pai – que em um terno muito bem cortado e portado e um discurso lúcido deixou o público encantado!

Aos 102 anos

João Fernandes de Souza, fundador do Colégio Agrícola Antônio Sarlo recebeu uma homenagem a sua altura, com imensa folha corrida de serviços prestados ao estado do Rio de Janeiro. E coloca imensa nisso. José Fernandes que tem 102 anos foi receber a homenagem andando, na mais completa elegância e fazendo um discurso de plena lucidez. A receita dele para tanta longevidade: carne de porco.

 

 

 

Aquecimento

A Codin em Campos terá seu acesso duplicado. O projeto traçado já está definido. Isso pode ser interpretado como mais uma sinalização de que estão prevendo tempos melhores para a economia do município. Outra prova de que a economia está andando é a retomada aos poucos do setor da construção civil. Alguns projetos que estavam no freezer, estão sendo descongelados. Mesmo em banho- -maria já podo ser visto como indicador de que a temperatura está subindo.

Grande gesto

A empresária Fátima Vasconcelos deu um exemplo de como deve fazer bem ao próximo. Um microempresário campista que está acompanhando com a esposa o tratamento da filha de 10 anos, no Rio, mais precisamente no hospital da Lagoa, estava precisando de ajuda financeira para alugar um imóvel próximo ao local do tratamento. A proposta era de uma “vaquinha”. Problema colocado na mesa e ela decide emprestar o seu belo apartamento da Lagoa pelo tempo que durar o tratamento contra a leucemia. Nobreza.

Encolheu

A rede de livrarias Saraiva, que passa por uma reestruturação financeira e operacional, voltará às origens e se dedicará mais ao segmento editorial. A informação foi transmitida durante teleconferência da diretoria com analistas, sobre os resultados financeiros do terceiro trimestre. Diante deste cenário, a companhia – que dobrou o prejuízo no terceiro trimestre de 2018, em base anual, para R$ 66,6 milhões – não venderá mais smartphones e produtos de tecnologia.

Confirmado

Como essa coluna adiantou, o empresário do ramo de farmácias, Orlando Portugal vai ser o próximo presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas – CDL – com a chapa eleita por aclamação. E por falar nisso, Joilson Barcelos vai essa semana ao Rio onde participará da festa do Fornecedor, promovida pela poderosa Associação dos Atacadistas e Distribuidores do Rio de Janeiro – ADERJ, entidade da qual é vice-presidente.

Negócios

Antonio Primo Ferreira (Foto: divulgação)

Uma semana depois que o Terceira Via publicou uma reportagem questionando a operacionalidade do Comitê de Suprimentos do Porto do Açu, a partir de queixas dos fornecedores da região, a Porto do Açu Operações anunciou a criação de uma nova diretoria de Desenvolvimento de Negócios que terá a frente o executivo Antonio Primo Ferreira, com larga experiência nesta área.

Em Búzios

A Petrobras anunciou o início das operações da plataforma de P-75, instalada no campo de Búzios, no pré-sal da Bacia de Santos, com a produção de petróleo e gás natural. A plataforma, a segunda a ser instalada na região, é uma unidade flutuante de produção, armazenamento e transferência de petróleo e gás e possui capacidade para processar diariamente até 150 mil barris de óleo e comprimir até seis milhões de metros cúbicos de gás natural.

O arco

O chamado Arco Metropolitano de Campos, que é parente bem próximo do ainda não conhecido Corredor Logístico, parece que vai sair do papel. Será aberta licitação no curso de 2019, quando será estipulado o tempo de sua duração. Pode mudar todo o perfil da cidade. Se realmente sair do papel será a obra de intervenção urbana mais importante da história do município. Mas é claro que terá pedágio.