Chuva causa alagamentos e Prefeitura de Macaé decreta estado de calamidade

Em Campos, Defesa Civil não registrou ocorrências, mas seguem em estágio de atenção

Região
Por ASCOM
8 de novembro de 2018 - 8h44

(Foto: Divulgação)

A Prefeitura de Macaé decretou estado de calamidade nesta quinta-feira (8). A decisão decorre das fortes chuvas que

(Foto: Divulgação)

(Foto: Divulgação)

caem sobre o município desde o dia anterior.

As atividades na rede pública de ensino estão suspensas e a recomendação é de que sejam evitadas ações externas, nas ruas.

Dados da Defesa Civil registram 110 mm de chuva até o momento, com previsão para hoje de 90 mm.

A Prefeitura de Macaé estabeleceu força tarefa no Centro de Convenções para articulação em todo município.

Em caso de necessidade, a população pode entrar em contato com a Defesa Civil pelo 199. Na região serrana, o contato pode ser feito pelo telefone do Destacamento da Defesa Civil em Glicério, 2793-3846.

Campos — Em Campos, o dia amanheceu chuvoso, com previsão é de chuvas periódicas pela manhã, à tarde e à noite. O pluviômetro da Defesa Civil na área central da cidade marcou 2,4 mm entre a noite de quarta e o início da manhã desta quinta-feira.

Segundo a Prefeitura, o local da cidade que mais registrou chuva foi Baixa Grande, com 45 mm neste período. Em Dores de Macabu, a chuva também foi mais forte e alcançou 14,4 mm. Como a previsão é de continuidade da chuva em Campos e região nos próximos dias, a Defesa Civil municipal está em estágio de atenção, embora não tenha havido registro de ocorrências. O órgão pode ser acionado através do telefone 199 ou pelo (22) 98175-2512.

A prefeitura informa, ainda, que a equipe da secretaria de Infraestrutura e Mobilidade Urbana, em parceria com Defesa Civil e superintendência de Limpeza Urbana, realizou recentemente a manutenção e limpeza no sistema de drenagem em ruas da cidade e seguirão de plantão no final de semana.

BR-101 — A Autopista Fluminense, concessionária que administra a BR-101 entre Niterói e a divisa com o Espírito Santo, usou as redes sociais para comunicar que equipes de inspeção de tráfego e do Centro de Controle Operacional estão em estado de atenção e monitoram o nível dos rios que cortam a rodovia.

Para solicitar atendimento e programar viagem, a concessionária pede que o usuário ligue para o seguinte número: 0800 282 0101.