Agências bancárias vão abrir ao meio-dia nesta sexta-feira, em Campos

Categoria negocia reajuste e rejeitou proposta apresentada pela Federação Nacional dos Bancos

Campos
Por ASCOM
10 de agosto de 2018 - 7h34

(Foto: Silvana Rust)

Nesta sexta-feira (10), o Sindicato dos Bancários de Campos dos Goytacazes e Região vai retardar até o meio-dia a abertura de agências no centro da cidade. A atividade está sendo programada em todo o país pela categoria, que rejeitou nas assembleias realizadas na noite de quarta-feira a proposta apresentada pela Federação Nacional dos Bancos (Fenaban). Os bancários têm data-base em 1º de setembro e a Campanha Nacional deste ano reivindica aumento real de 5%, mais a inflação do período de um ano. Os banqueiros só aceitaram cobrir a inflação, que foi de 3,87%, e não querem assegurar direitos na nova Convenção Coletiva de Trabalho (CCT).

Também estão na pauta a garantia do emprego e de mais contratações para que não haja sobrecarga de trabalho e atendimento precário aos clientes. As agências que abrirão mais tarde ainda estão sendo definidas.

Em Campos, a assembleia rejeitou a proposta por unanimidade. A categoria não aceita a precarização das condições de trabalho e a terceirização, previstas pelas mudanças na legislação trabalhista. Não houve acordo até agora, depois de todas as rodadas de negociação, tanto na mesa única (que trata das pautas para todos os bancos) quanto nas mesas específicas dos bancos públicos.

A próxima rodada do Comando Nacional dos Bancários com a Fenaban será no próximo dia 17. A minuta da CCT foi entregue aos banqueiros no dia 13 de junho.

Fonte: Ascom/Sindicato dos Bancários de Campos dos Goytacazes e Região

(Foto: Silvana Rust)

(Foto: Silvana Rust)