Mais um projeto social de Campos é selecionado pelo Criança Esperança

Centro Juvenil São Pedro atende crianças e adolescentes da Margem da Linha

Geral
Por Thiago Gomes
13 de março de 2018 - 15h39
Projeto oferece diversas atividades (Foto: DivulgaA�A?o)

Projeto oferece diversas atividades (Foto: Divulgação)

Mais um projeto Social de Campos que atende crianças e adolescentes foi selecionado para receber verba do Unicef por meio do programa Criança Esperança. Desta vez, o escolhido foi o Centro Juvenil São Pedro, que assiste as comunidades da Margem da Linha e de Ururaí. O outro projeto apoiado pelo Unicef no município é o Orquestrando a Vida.

O articulador social do Centro Juvenil São Pedro, Renato Gonçalves, explica que o projeto fica localizado na Margem da Linha. Ele é mantido pelos Salesianos existe há 10 anos, período no qual já atendeu cerca de 160 crianças e adolescentes e suas famílias.

“Parte das famílias da comunidade foi removida pelo programa Morar Feliz para Ururaí. Quando isso aconteceu, continuamos o atendimento social a essas pessoas que se mudaram. Entre outras ações, este apoio do Criança Esperança nos permitirá comprar uma van para transportar as crianças que agora moram em Ururaí”, ressaltou Renato.

Ainda de acordo com o articulador social, o trabalho de fortalecimento dos vínculos familiares e comunitários é alcançado com oficinas de teatro, informática, cerâmica, esporte, letramento e capoeira. A equipe técnica é formada por educadores sociais, psicólogo, assistente social e fonoaudiólogo.

“Com isso, trabalhamos ainda a melhoria da vida escolar dessas crianças e adolescentes, a diminuição da violência doméstica, a preparação para o mercado de trabalho, a construção de valores que as ajudem a se reconhecerem como sujeitos de direitos e que aprendam a lutar por eles”, pontuou.

Renato esclarece que o Centro Juvenil São Pedro é dividido em dois projetos: o Araribá, que atende crianças e adolescentes até 13 anos; e o Baobá, com adolescentes de 14 a 18 anos. O primeiro é que foi inscrito no Criança Esperança, mas ambos oferecem as mesmas atividades.

O Centro também recebe apoio do Fundo Municipal da Infância.