“Que retiro foi esse que tá um arraso?”

Alheios ao carnaval, religiosos e anti-foliões optam por sossego e meditação espiritual

Campos
Por Ocinei Trindade
11 de fevereiro de 2018 - 16h39
Católicos realizam diversos retiros na cidade e em municípios vizinhos (Foto: CNBB)

Católicos realizam diversos retiros na cidade e em municípios vizinhos (Foto: CNBB)

Muitas pessoas preferem passar longe dos desfiles de blocos e escolas de samba neste período, e dão preferência à tranquilidade e às “coisas da alma”, digamos assim. Alguns se refugiam dentro de casa, aproveitando a calmaria da cidade. Já outros, se fecham nos templos religiosos, além de participarem de algum tipo de retiro espiritual. Em Campos e região, houve quem optou por este tipo de programação. Católicos, evangélicos, kardecistas e também os que não professam nenhum tipo de religião, encontram nos retiros algum proveito e aprendizado.

A Diocese de Campos está realizando vários retiros no período do Carnaval dentro e fora da cidade. Os interessados podem participar dos eventos da Pastoral na Avenida Alberto Torres, Parque Leopoldina. Em entrevista ao site católico, a jornalista Alicineia Gama contou que optou em se retirar em uma distrito de Carangola, Minas Gerais. “O retiro oferece variada programação como Santa Missa, Adoração ao Santíssimo, Pregação, Louvor, teatro, dinâmicas. É uma experiência muito enriquecedora”, informou. A comunidade católica também realiza retiros em São Fidélis, Itaperuna, Laje do Muriaé e São Francisco de Itabapoana.

A música é uma das muitas atividades nos retiros dos batistas

A música é uma das muitas atividades nos retiros dos batistas

Já é uma tradição igrejas evangélicas realizarem passeios e retiros espirituais durante o Carnaval. Em São João da Barra, membros da comunidade presbiteriana campista costumam se encontrar no Sítio Benjamim para palestras e louvores, além de recreação e descanso. A Igreja Batista de Parque Guarus mantém uma sede própria na praia de Buena, em São Francisco de Itabapoana, onde são realizados retiros não somente durante o carnaval, mas em feriados e fins de semana oportunos. Este ano, 105 pessoas se increveram para o retiro espiritual.  “É muito bom estar com as pessoas amigas para estudar a Bíblia, cantar, nos alegrar e poder também desfrutar da natureza e da praia, onde o lazer é garantido”, disse uma participante.

A servidora pública Joseth Bravo prefere ficar no sossego da casa da família

A servidora pública Joseth Bravo prefere ficar no sossego da casa da família (Foto:JTV)

Há também quem prefira mais sossego ainda para ficar em casa com a família durante o periodo de Carnaval. A servidora pública Joseth Bravo é também cuidadora de animais domésticos. Ela aproveita para passar mais tempo com os bichos, e ainda consegue relaxar na companhia de amigos e parentes. Os banhos de piscina são muito bem-vindos nestes dias quentes. De preferência, em silêncio e sem samba ou batucada.