Campos tem três roubos e furtos a estabelecimentos entre quinta e sexta

Casos foram registrados na Delegacia de Polícia do Centro; dois suspeitos foram presos pela PM

Campos
Por Redação
12 de janeiro de 2018 - 10h35
Ocorrência foi registrada na 134ª DP do Centro (Foto: Carlos Grevi)

(Foto: Carlos Grevi)

Três roubos e furtos a estabelecimentos comerciais foram registrados na Delegacia de Polícia do Centro de Campos entre a tarde de quinta e a madrugada desta sexta-feira (12). Duas pessoas foram presas.

O caso mais recente aconteceu por volta das 0h30 desta sexta-feira, em uma unidade da rede de drogarias Pacheco. Um homem de 26 anos escondeu três caixas de produtos de beleza em uma mochila e fugiu do estabelecimento.

Ele foi perseguido por um funcionário e acabou detido por policiais militares no cruzamento das ruas dos Andradas e 21 de abril, após abandonar a bolsa com o material furtado.

Os produtos, no valor de R$ 387, foram devolvidos e o suspeito foi encaminhado para a delegacia. Ele já tinha anotações criminais na ficha e permaneceu preso.

A mão armada — Outra farmácia foi assaltada na noite de quinta-feira, no Parque Rosário. Um homem armado com um revólver entrou no estabelecimento por volta 20h e anunciou o assalto. Foram levados um celular e cerca de R$ 120 em espécie.

Durante a ação, o bandido contou com a cobertura de um comparsa, que permaneceu no carro, um Fiat Uno de cor prata no qual fugiram. De acordo com a Polícia Militar (PM), o veículo pode ter sido usado em outros crimes, incluindo um sequestro relâmpago.

A PM buscas pelos suspeitos, mas, até a última atualização desta reportagem, ninguém havia sido detido.

Roubo de celular — Um homem de 25 anos roubou um celular em um estabelecimento comercial na rua Prudêncio Bessa, no Parque Aurora, na tarde de quinta-feira. O suspeito foi encontrado pela PM em uma casa localizada em um beco que dá acesso à rua São Lino. Ele havia se escondido embaixo de uma cama.

Com o homem foram encontrados um celular e um tablet. O material e o suspeito foram levados para a delegacia, onde ele permanece preso.