Vídeo: PF faz ação de combate a fraudes contra o INSS na manhã desta sexta

Operação Cardiopata acontece em diferentes municípios do estado do Rio de Janeiro, incluindo Campos

Campos
Por Redação
8 de dezembro de 2017 - 7h23
Foto: Carlos Grevi

Foto: Carlos Grevi

A Polícia Federal (PF) realiza, na manhã desta sexta-feira (8), a Operação Cardiopata, que investiga fraudes contra o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). A ação acontece em diferentes municípios do estado do Rio de Janeiro, incluindo Campos e São João da Barra.

A ação conta com 120 policiais federais e dois analistas de inteligencia previdenciária, no cumprimento de doze mandados de prisão preventiva, três de prisão temporária, quinze de busca e apreensão e vinte de condução coercitiva, em Campos, São João da Barra, Italva e Casimiro de Abreu. Pessoas foram conduzidas à delegacia da PF em Campos e documentos foram apreendidos.

Entre os investigados estão técnicos do seguro social, médicos peritos, médicos particulares, agenciadores de benefícios e clientes da organização criminosa.

(Foto: Carlos Grevi)

(Foto: Carlos Grevi)

No curso da investigação foram comprovadas fraudes em 34 benefícios por incapacidade, entre auxílios-doença e aposentadoria por invalidez, gerando um prejuízo apurado de pelo menos R$ 4.373.151,04 à Previdência.

Os investigados responderão pelos crimes de estelionato previdenciário corrupção passiva e ativa, peculato e violação de sigilo funcional. O nome da operação se deve ao fato de a maioria dos beneficiários cooptados pela organização criminosa terem simulado miocardiopatia dilatada ao INSS, com base em documentos médicos ideologicamente falsos.

O INSS é uma autarquia do Governo Federal, ligada ao Ministério do Trabalho e Previdência Social, responsável pelo recolhimento de contribuições previdenciárias e o pagamento de aposentadorias, pensões, auxílios e outros benefícios.

Confira abaixo, um vídeo dos agentes deixando a delegacia durante a madrugada. O registro foi cedido pelo site Ururau.