Bosque Urbano do Parque Esplanada é inaugurado nesta quinta-feira

Área que, há anos, era usada como mini lixão passou por revitalização. Foram plantadas mais de 150 mudas de arborização e paisagismo.

Campos
Por ASCOM
7 de dezembro de 2017 - 9h31
(Foto: SupCom)

(Foto: SupCom)

Será inaugurado nesta quinta-feira (07), a partir das 15h, o Bosque Urbano do Esplanada na área do antigo Ponto de Entrega Voluntária de Entulho (Peve) do bairro. O local abandonado no governo passado passou por revitalização, recebendo mais de 150 mudas que foram plantadas no chão e no jardim suspenso. Outros pontos, que também recebem a intervenção, são os antigos Peves do Parque São Caetano, já em fase de conclusão, e do Flamboyant. Outras unidades que estão no cronograma do projeto Bosque Urbano são a do Parque Aurora e Julião Nogueira.

A transformação de áreas abandonadas e usadas irregularmente para descarte de lixo e entulho mudará a aparência das ruas e prevenirá a proliferação de insetos e doenças. O trabalho é uma ação conjunta da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Ambiental (SMDA) e a Superintendência Municipal de Limpeza Pública.

O secretário de Desenvolvimento Ambiental, Leonardo Barreto, explica que, após a inauguração, o bosque servirá de integração da população com a natureza.

— São mais de 150 mudas de árvores, além de paisagismo. No trecho da margem do Canal do Saco, plantamos mudas de Coqueiro Anão, Espirradeira (Nerium oleander), Murta-comum, Lírio, Roxinho, dentre outras. Já dentro do bosque são as Oiti, Ipês roxo e amarelo, Nêspera, Pau-Brasil, Aroeira Vermelha, entre outras espécies. Vale ressaltar que os pneus que estão sendo utilizados para o jardim suspenso são drenados, como é o adequado para o uso — detalhou Leonardo que ressaltou o apoio recebido pelos moradores e do vereador Paulo Genásio para implantação do projeto no local.

A cidade de Campos tem, atualmente, 50 pontos críticos cadastrados e demarcados, contando com as nove Peves herdadas do governo passado, que viraram “mini lixões”. Da necessidade de revitalizar estes espaços surgiu o Projeto Bosque Urbano, que começou com o Peve do Esplanada.