Sessões da Câmara são canceladas por falta de quórum em dois dias consecutivos

Palco de grandes polêmicas, a Casa tem registrado discussões entre vereadores e a expulsão de participantes

Campos
Por Redação
11 de outubro de 2017 - 18h22
Câmara se prepara para se debruçar sobre números dos dois Governos Rosinha e investigar indícios de irregularidades. (Foto: Carlos Grevi)

Câmara Municipal de Campos (Foto: Carlos Grevi)

Pela terceira vez consecutiva, a Câmara de Vereadores de Campos deixou de realizar as sessões. Nesta semana, os encontros que aconteceriam na terça-feira (10) e nesta quarta-feira (11) não aconteceram por falta de quórum.

Nesta quarta-feira, apenas 12 vereadores estavam na Câmara: Abdu Neme (PR), Thiago Ferrugem (PR), Miguelito (PSL), Cláudio Andrade (PSDC), José Carlos (PSDC), Genásio (PSC), Pastor Vanderli Mello (PRB), Josiane Morumbi (PRP), Fred Machado (PPS), Marcelo Perfil (PHS),  Marcão Gomes (Rede) e Enock Amaral (PHS).

A Casa tem sido constantemente palco de grandes polêmicas do atual governo e até mesmo do anterior. Nas últimas sessões, discussões acaloradas e até mesmo expulsão do plenário foram presenciadas pelos vereadores e a platéia.

Devido à falta de sessão na terça-feira (10), o vereador Thiago Virgílio (PTC), divulgou em uma rede social um vídeo em que reclama da falta de quórum para a realização da reunião. De acordo com Thiago, os governistas da base do governo foram orientados pelo prefeito Rafael Diniz, a não comparecerem à Câmara, já que assuntos polêmicos seriam discutidos.

Até o presidente da Casa, Marcão, decretar que a sessão não iria acontecer, apenas nove vereadores se encontravam no plenário, o que não era suficiente para início do encontro, já que o mesmo só se inicia com a presença de 13 vereadores.

Dos nove representantes da Casa, cinco era da base governista, incluindo o presidente Marcão, e três da oposição. São eles: o presidente Marcão, Marcos Bacellar (PDT), Jorginho Virgílio (PRP), Neném (PTB) e Enock Amaral (PHS), Linda Mara Silva (PTC), Miguelito (PSL) e o próprio Thiago Virgílio e Jorge Rangel (PTB).

O Jornal Terceira Via entrou em contato com a assessoria da Casa, que se limitou a dizer que a sessão não aconteceu por falta de quórum. O presidente da Câmara, Marcão Gomes e o líder do governo da Casa, Fred Machado (PPS) também foram procurados, mas até a publicação desta matéria não atenderam aos telefones.

A última reunião realizada pelos vereadores e pelo presidente da Câmara, Marcão Gomes (Rede), foi no dia 03. No dia posterior, a audiência não aconteceu devido à morte do irmão do vereador Zé Carlos (PSDC), onde a Casa decretou luto.