Movimento Maio Amarelo lança campanha de paz no trânsito

Só nos quatro primeiros meses deste ano, 1.129 vítimas de acidente foram atendidas no HFM

Campos
Por Thiago Gomes
4 de maio de 2017 - 13h17
(Foto: Silvana Rust)

(Foto: Silvana Rust)

O Hospital Ferreira Machado (HFM) atendeu nos quatro primeiros meses deste ano 1.129 vítimas de acidente de trânsito. Em 2016, foram 4.339 pacientes levados até a unidade hospitalar nas mesmas condições. Pensando em diminuir esses números considerados alarmantes por especialistas, não só em Campos, mas no Brasil e no mundo, foi lançado o Movimento Maio Amarelo, que em 2017 tem o tema “Minha escolha faz a diferença”. A campanha de alerta pretende mobilizar todas as redes sociais e, assim, buscar o apoio da sociedade contra o número de mortos e feridos graves em acidentes de trânsito.

buy lioresal online

Ainda de acordo com dados do HFM, em 2016 foram atendidas 784 vítimas de acidente de carro e outras 186 de janeiro a abril deste ano nas mesmas condições; 737 pessoas envolvidas em acidentes com bicicleta ano passado e mais 159 em 2017; 2.363 motociclistas feridos levados até a unidade em 2016 e outros 651 este ano; 455 vítimas de atropelamento ano passado e 133 em 2017.

acidentes-de-transito-2016-2017-3

No Rio, em 2016, 36.726 pessoas foram vítimas (entre feridos e mortos) nas estradas e ruas do Estado, conforme dados do Detran e do ISP (Instituto de Segurança Pública).

A mobilização, deflagrada por órgãos, instituições, empresas e diversos setores da sociedade civil, ocorre em cidades de todos os estados brasileiros e em outros 26 países.

De acordo com o coordenador de Promoção Social do Serviço Social do Transporte e do Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte (Sest Senat) de Campos, Marcos Peres, um dos focos da campanha é a conscientização para os perigos do uso do telefone celular ao volante.

buy dopoxetine online
buy Antabuse online

“Pesquisas apontam que o motorista perde de quatro a seis segundos ao olhar o celular. Parece pouco, mas é tempo suficiente para causar um grave acidente. Essa infração nos preocupa porque é algo que vem crescendo bastante. O Maio Amarelo é um trabalho de caráter preventivo, que visa conscientizar a população. Entendemos que essa conscientização é a chave para minimizar o alto risco que o trânsito brasileiro oferece à sociedade”, explicou Marcos.

A campanha, lançada pelo Observatório Nacional de Segurança Viária, que coordena a mobilização em todo o Brasil, inclui várias peças sobre a importância do trânsito seguro e estimula, também, a sociedade a demonstrar seu apoio ao Maio Amarelo. E isso, entre várias formas, pode se dar com a personalização, pelos apoiadores, de suas páginas na rede social Facebook adotando o twibbon nas fotos de capa e de perfil, com a hashtag “Minha escolha faz a diferença”.

O movimento segue resolução da Organização das Nações Unidas (ONU) que definiu o período de 2011 a 2020 como a Década de Ação pela Segurança no Trânsito, na qual os governos se comprometem a tomar medidas para prevenir acidentes no trânsito, que matam, em todo o mundo, cerca de 1,3 milhão de pessoas por ano.

O Brasil aparece em quinto lugar entre os países recordistas em mortes no trânsito, precedido por Índia, China, EUA e Rússia e seguido por Irã, México, Indonésia, África do Sul e Egito.