Governo do Rio paga mais uma parcela dos salários de novembro

Com este pagamento, 67% dos funcionários públicos terão recebido integralmente o salário de novembro

Estado do RJ
Por ASCOM
6 de janeiro de 2017 - 10h10
Servidores Estaduais (Foto: divulgação)

Servidores Estaduais (Foto: divulgação)

A Secretaria de Fazenda do Estado do Rio de Janeiro anunciou que vai depositar nesta sexta-feira (6 de janeiro), uma parcela de R$ 1.000 para cada servidor público que ainda não recebeu integralmente seus vencimentos de novembro. Nesta quinta-feira, 5, a pasta pagou uma parcela anterior, de R$ 316.

Com a parcela desta sexta, 67% dos funcionários públicos terão recebido integralmente o salário de novembro. Os outros 33% continuarão recebendo o pagamento parcelado – quitada a parcela de hoje, restarão outras três, a serem pagas nos dias 11, 13 e 17 de janeiro.

Segundo o governo estadual, os salários de novembro já haviam sido pagos na íntegra para os servidores ativos da Educação, Procuradoria Geral do Estado, Secretaria de Estado de Fazenda, de Planejamento e Gestão e para funcionários ativos e inativos da Segurança (Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros e Secretaria Estadual de Administração Penitenciária). Parte dos servidores ativos da Secretaria Estadual de Saúde também já havia recebido.

No calendário inicial de quitação do salário de novembro, a parcela que será paga hoje seria quitada no dia 9 e teria o valor de R$ 342. O aumento para R$ 1.000 e o adiantamento ocorreram porque a arrecadação tributária foi maior do que a prevista. Agora, dos R$ 2,1 bilhões que correspondem ao valor total da folha de pagamento, 76% já terão sido pagos.

O valor previsto inicialmente para a parcela do dia 11 era de R$ 221 e para o dia 13, R$ 1.375. No dia 17 será quitado todo o valor restante. Como o valor a ser pago hoje mudou, esses valores dos dias 11 e 13 também serão reavaliados e devem mudar.

Dezembro

A previsão oficial é de que os salários de dezembro comecem a ser pagos no próximo dia 13, décimo dia útil do mês. Segundo a Secretaria Estadual de Fazenda, servidores ativos da Educação e ativos e inativos da Segurança (os mesmos já citados: Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros e Secretaria Estadual de Administração Penitenciária devem receber o salário de uma só vez e antes dos demais funcionários, mas ainda não está confirmado se isso vai mesmo ocorrer no dia 13.

O pagamento aos demais servidores deve ser parcelado, em termos semelhantes ao do salário de novembro, e o cronograma será divulgado apenas às vésperas do décimo dia útil. Quanto ao 13º salário, os servidores ativos da Educação já receberam integralmente, mas ainda não há nenhuma previsão de pagamento quanto aos demais funcionários.