Hospital Municipal de Rio das Ostras está abandonado

Prefeito Carlos Augusto visitou o espaço e busca soluções para recuperar a unidade

Estado do RJ
Por ASCOM
4 de janeiro de 2017 - 11h16

o-secretario-de-saude-vistoriou-os-quartos-e-constatou-vidros-quebrados-e-a-falta-do-sistema-de-refrigeracao_-foto-mauricio-rocha-10

Foto: Ascom

Em seu primeiro dia de governo, o prefeito Carlos Augusto se reuniu com o secretário de Saúde, Marcelino Carlos Dias Borba, e a equipe do Hospital Municipal para conhecer a realidade da situação da unidade de saúde e constatou a sua precariedade. A atual gestão começa o ano com o hospital funcionando sem remédio, com equipamentos quebrados e com os profissionais de saúde trabalhando em condições precárias.

 O tomógrafo, o endoscópio e o videolaparoscópio estão quebrados. O sistema de refrigeração e as portas das enfermarias estão  danificados, camas hospitalares sem colchão ou quebradas, mesas cirúrgicas abandonadas, pisos soltos, falta de insumos, entre outros problemas que comprometem o atendimento da unidade.

 Nesse primeiro encontro, foi discutida a forma de otimizar os serviços de atendimento à população. De acordo com o prefeito, há uma necessidade emergencial de investimentos, visto que o Hospital Municipal está em uma situação calamitosa. “A população merece respeito e tem que ser atendida de forma digna”, declarou Carlos Augusto.

Após a visita às dependências do Hospital, o prefeito informou que já está sendo feito um estudo mais aprofundado para saber quais as medidas poderão ser tomadas de imediato para resolver os problemas. “Já começamos a trabalhar para que possamos voltar a ter uma saúde de qualidade. Constatamos que o problema é de gestão, já que com essa mesma equipe de profissionais fomos referência pela qualidade na saúde. Acredito na equipe que temos e no empenho de cada um. Com muito trabalho vamos atravessar esse momento difícil”, disse o prefeito.