Prefeito suspende pagamentos de contratos e começa auditoria

Contas dos exercícios anteriores passarão por pente-fino; serviços essenciais não serão afetados

Campos
Por Marcos Curvello
3 de janeiro de 2017 - 11h12

Posse de Rafael Diniz na Câmara - Foto : Carlos Grevi

Rafael Diniz (PPS) começou a cumprir uma promessa feita antes da campanha: realizar um pente-fino nas contas do município. Em decreto publicado no Diário Oficial desta terça-feira (3), o prefeito determinou a suspensão por 90 dias de “pagamentos relativos a contratos de execução de obras, de fornecimento de produtos e/ou serviços, firmados pela Administração Pública Municipal Direta e Indireta nos exercícios anteriores”.

É o primeiro passo na direção de uma “auditoria individualizada e minuciosa para efetiva comprovação da regularidade da contratação, da realização do objeto contratado e sua economicidade”, que, de acordo com o artigo segundo do decreto, será feita por Secretários Municipais e Dirigentes das Entidades da Administração Direta e Indireta.

A suspensão dos pagamentos não atinge o fornecimento de “gêneros alimentícios, de medicamentos, de materiais e equipamentos médico-hospitalares, dos serviços e produtos da área de educação, de saúde, de assistência social e dos serviços essenciais de natureza continuada”.

auditoria